Viagem ao Egito

Enfim, chegamos !!!! Exaustos, porém ansiosos para desvendar os mistérios do Egito!! O Rodrigo e seu harém (éramos 14 mulheres e apenas ele de homem). Ficamos hospedados no Hotel Piramisa, que era o hotel do nosso evento. O Hotel é enorme, tem vários restaurantes e até um cassino. Lá, eles fazem também muitos casamentos, que por sinal, tivemos a felicidade de participar de um.

 

No nosso primeiro dia, fomos direto para as Piramides de Giza, porque nao adianta, e por mais que o Egito tenha outras atrações turisticas menos lotadas,voçê vai querer logo dar de cara com elas. Um dos monumentos mais antigos do mundo, as únicas das 7 maravilhas do mundo originais ainda de pé são fontes inesgotáveis de puro mistério. É impossível não pensar quase que automaticamente: “Como elas foram construídas”? Apesar dos séculos de pesquisa e possibilidades, a verdade é que pouco se sabe sobre elas, além de que na verdade foram construídas com a finalidade de serem tumbas dos Faraós. Composto por um conjunto de três pirâmides – Quéfren, Miquerinos e Quéops – nomes de faraós da 4.ª dinastia -, é um dos locais mais visitados dos arredores do Cairo. A maior e mais antiga é a pirâmide de Quéops, com 138 metros de altura e 227 metros de largura na base, é constituída por um conjunto de dois milhões de blocos calcários que, na sua maioria, pesam pelo menos duas toneladas cada.


Passamos boa parte do dia por lá, tenho que confessar que quase desmaiei (o calor estava demais da conta e o sol do deserto é impiedoso). A área é realmente muito grande e as pirâmides estão bem longe umas das outras. Resolvemos então entrar em uma das piramides. È algo super interessante, mas, se sofre de alergia, pode esqueçer…. cheira muito a mofo!! Lá  embaixo o ar é rarefeito, e o pouco que sobra tem um cheiro fortissimo de amonia, o que dá uma sensação de abafamento agoniante! Sem falar no cansaço nas pernas e braços que  doeram por quatro dias, pois voçê desce agachado. Conseguimos entrar em uma pequena pirâmide, destinada a uma dos filhos de um faraó. Das pirâmides principais, pode-se entrar em duas, mas é terminantemente proibido tirar fotos. Como no Egito, existe a famosa propina, com um ou dois dólares,o próprio policial que entra com você, tira a sua foto dentro da pirâmide. Acho que já vimos este filme antes né…

A Esfinge é gigantesca, mas sentadinha ali,como que tomando conta das pirâmides, realmente ela parece uma miniatura!  Diz a lenda que o nariz da esfinge foi destruído pelo exército de Napoleão, e a barba – que caiu – foi restaurada e esta exposta no British Museum em Londres. Diga-se de passagem ,grande parte do que um dia foi do Egito está na França, tendo sido literalmente roubado pelo exército de Napoleão.

Os camelos na área das pirâmides são todos muito enfeitados e coloridos, como se fossem bonecos de brinquedo. Bastante fedorentos, e rodeados de moscas,  muitos deles beijam o dono na boca após emitir um grunhido estranho. Um sucesso para as filmadoras dos turistas. Tenho que admitir que fiquei com um pouco de medo no início, mas depois foi tranquilo. Claro que tudo isso é pago também….Abrindo uma aspas, um fato interessante no Egito é que tudo lá gira em torno do turismo, e todos querem ganhar, a ponto de se você for a um banheiro público, depois de usá-lo e lavar as mãos, pode apostar que vai ter uma pessoa que está segurando as toalhas de papel para te entregar e receber um dólar como agradecimento. As vezes nos sentimos em Porto Seguro, pois por onde andávamos, existiam pessoas querendo nos vender de tudo por um dólar ou um euro, mas vale muito.

Fomos então almoçar num restaurante que fica quase em frente a entrada para as pirâmides, e assim podermos mais uma vez apreciar aquela paisagem magnífica que ha muito tempo sonhava em conhecer. Ver a mesa cheia de cerveja é privilégio para turistas no Egito. Bebida alcoolica é liberada somente para turistas, mesmo assim, em restarauntes. Em locais abertos é terminantemente proibido, desta vez sem o famoso jeitinho…

Outro lugar interessante no Cairo é visitar o Museu do Papiro. Pode-se assistir à apresentação e demonstração das várias fases por que passa a planta papiro, até chegar ao papel resistente que todos nós conhecemos.

Outra visita a não perder é a fábrica de perfumes. Esta perfumaria é um negócio de família onde se oferece aos visitantes uma bem montada encenação sobre os passos necessários para a elaboração de um perfume, seus efeitos e diferentes utilidades. É que ali existem perfumes e óleos para afastar todos os males, atrair bons negócios e até sedução e relaxamento total. No Egito, existem milhares de lojas de essências, de milhares de perfumes….e em todas que você visitar, vai encontrar um atendimento especial por parte dos donos. É bom procurar e pechinchar os preços….tudo lá cai de preço…tente !!! acredite !!!


O Museu Nacional do Cairo, também denominado pelos locais de Al-Mathaf,  é considerado um dos maiores museus de todo o planeta.
Localizado na praça Tahrir, o museu possui um acervo de mais de 120 mil peças de antiguidade egípcia. Me fez lembrar da tia teteca, ná época do primário, quando ela contava aquele monte de história sobre a antiguidade, e as vezes chegávamos a desconfiar da veracidade. Podem acreditar que tudo que ela falava é a mais pura verdade. Quem gosta de História, na hora de entrar no Museu do Egito, dá um arrepio e uma emoção muito grande. No jardim localizado na entrada do museu, existem várias esculturas antigas, compondo um dos principais cartões postais da cidade. É expressamente proibida a entrada de máquinas fotográficas ou celulares.

Vale a pena deambular pelas tendas do famoso Souk de Khan el-Khalili e descobrir mil e uma maravilhas e trazer alguns dos souvenirs exóticos que ali se vendem, tais como as típicas narguile – pipas de água -, papiros que reproduzem motivos clássicos, roupas de dança do ventre, tapetes. Ali, todos os negócios acontecem, compra e venda…tentaram até comprar a minha esposa..rsrsr….para quem gosta da sogra, é um bom lugar para levá-la…srsrs.  Mas perambular pelas ruas do bairro Islamico e se perder pelas ruelas do mercado é uma experiencia sem igual. No caminho do mercado, o motorista de táxi nos avisou: Quando te derem um preço, nunca pague mais que a metade do valor inicial! Descobri ali que a minha esposa é uma maravihosa negociante, como toda mulher, gosta muito de pechinchar e regatear preços bem em conta. O mais engraçado é que os egipcios adoram esta negociata, e até ficam constrangidos quando elas não acontecem. Se por um acaso eles te chamarem a entrar, sentar, te oferecer um café turco, um refrigerante ou um chá, pode ficar tranquilo e negociar numa boa. Eles ainda te agradecem quando o negócio é fechado, e dizem amar o Brasil….

A Citadela é uma dessas áreas do Cairo que por ter “apenas” 1.000 anos de história, acaba perdendo espaço para outras atracões mais Faraonicas da cidade. A Mesquita que marca a silueta da Citadela e do panorama Leste do Cairo é Mohammed Ali, construida por cima da mesquita original (em 1830), para ceder o lugar de honra a uma construção mais nova, com arquitetura Otomana inspirada nas Mesquitas de Istambul. Uma coisa importante de enfatizar é que por ser uma area religiosa Islamica, tanto homens quanto mulheres devem estar sempre com joelhos e ombros cobertos (nao importa o quão quente esteja) e acreditem, esse lenço roxo nos ombros estava me matando de calor!

Apesar de ser uma cidade majoritariamente Islamica, Cairo tambem tem uma grande comunidade Cóptica (Cristã Ortodoxa), tendo sua “sede” no pequeno e murado bairro Cóptico. Vale a pena lembrar que fotos nao sao permitidas dentro de nenhuma das criptas, museus e Igrejas (apenas Sao Jorge pois ainda esta aberta para missas e serviços).

È na Mesquita de Saladino que  acontece um dos melhores shows típicos que voçê pode assistir no Egito.Num ambiente, um teatro a céu aberto, que mais parece uma ruína. Músicos árabes apresentam um espetáculo acústico, vestidos com túnicas e turbantes, tocando diversos instrumentos típicos.  Você vai se arrepiar, pode ter certeza.  O show é sempre o mesmo e dura umas duas horas, mas impressiona bem. Fazem evoluções tocando os instrumentos no palco, cantam, e fazem diversos solos isoladamente também (derback, rabeb, snujs…). Após o solo individual de cada um dos talentos, acontece uma apresentação de “tanoura”. Derviches são sufis e apresentam-se com roupas brancas e uma espécie de chapéu cônico. Giram durante um bom tempo em uma situação de transe religioso. Assim, aquele que faz os giros, utiliza-se roupas coloridas e que possam surtir um bom efeito visual para o público.  Faz diversas evoluções, com trocas de roupagem, tudo isso girando sempre.

Um Passeio bem legal é a Vila Faraônica: o passeio é de barco passando ao redor de uma pequena ilha cercada de papiros e assiste-se ao vivo, como os egípcios viviam naquela época.

Fizemos um passeio-jantar num barco a noite pelo Nilo, com direito a buffet e show de danca do ventre. Durante o Jantar, as mulheres do grupo também  dançaram e muito bem por Sinal. Tenho que destacar que as dançarinas que viram de Brasília, deram um show, especialmente mãe e filha (Layla e Amura), que fizeram um show a parte…valeu muito o passeio.

Viagem  a Alexandria

Não há como visitar o Egito sem conhecer Alexandria , cidade de Cleópatra. Segunda maior cidade do Egito, situada a Oeste do delta do rio Nilo às margens do Mar Mediterrâneo e é o principal porto do país e centro comercial. Tem uma população de cerca de 4,1 milhões de pessoas, servindo 80% das importações e exportações da cidade. Além disso, é um grande ponto turístico.

Alexandria se estende por 32 quilômetros na costa mediterrânica do centro-norte do Egito. É o local onde fica a famosa Biblioteca de Alexandria e é um importante cento industrial por causa do gás natural da cidade e dos poços de petróleo em Suez, uma outra cidade egípcia. Alexandria era conhecida pelo Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo), pela Biblioteca de Alexandria (a maior do mundo antigo) e pelas Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval).

O Mar Mediterrâneo não cessa de maravilhar os viajantes pelo visual deslumbrante!!

O Palácio Montazah foi residência de verão da família real, mandado construir pelo vice-rei do Egito Abbas II (1892-1914). Encontra-se rodeado por belos jardins de estilo europeu e é utilizado como residência de convidados oficiais.

Retornando ao Cairo, vamos falar um pouco do famoso festival que tive o prazer de ter participado. Foi tudo tão mágico, que as vezes nem acreditava que estava ali. O festival assim como todos os wokrshops aconteceram lá também….tive o privégio de conhecer nomes renomados da dança do ventre, como Giselle Bomentre( que participou na novela global O Clone),Nour, Asmah Rhama, Soraia Zaied, enfim….foi perfeito….só indo pra saber como é!!!

O festival acontece todos os anos em junho, na verdade são dois festivais….esse é imperdível!! Quem tem interesse em ir para o Egito, estarei colocando no final desse post os contatos com a organizadora da viagem que é de Brasília, o grupo do Studio Zhara….é sensacional!!

Durante o festival, tem várias tendas vendendo todos os artigos de dança do ventre, uma peça mais linda que a outra..vale a pena pechinchar também….as roupas são lindas,lógico que bem mais barato do que aqui e a qualidade é bem melhor….comprei duas lindissimas!

Tem uma brasileira chamada Soraia Zaied que faz muito sucesso lá no Egito. Ela se apresenta no Hotel Sheraton e em um outro também que não me recordo agora, simplesmente um espetáculo, ela arraza!!

Sinceramente,em certos momentos não acreditava de estar lá em meio a milhares de anos de história  e cultura, mas muito grata a Deus e muito  feliz de poder conhecer um dos lugares mais famosos do mundo!! Egito…já estou com saudades….esse foi nosso jantar de despedida no Cairo….!!!

Realmente é um passeio que vale cada segundo, e o nosso grupo, sempre únido e bem animado, deixou muitas saudades. Assim como a nossa, era a primeira vez que eles faziam esta viagem e apesar do sofrimento que passamos na Holanda, dormindo em aeroporto, comendo sanduiches e outros apertos, a nossa chegada no Cairo nos deu um novo ânimo, para, mesmo mortos de cansados como estávamos ainda termos força para no mesmo dia sair e dar umas voltas.

Fica aqui  um agradecimento especial ao nosso guia Hossam e a todas as amigas, em especial Amura e Layla, que na época, tinha um pouco de muito pavor em fazer viagens aéreas, e acredito que hoje, já tendo além de seu Studio de Dança do Ventre Zahra, também organiza viagens ao Egito, Turquia e outros países mais, mostrando a força e o valor de um povo sofrido, porém orgulhoso de sua cultura e sua religião. Hoje, por meio do Studio de Dança, elas tem vários roteiros de viagem e sempre estão presentes nas mesmas, são pessoas que indicamos de olhos fechados para quem quiser fazer uma viagem segura e bastante animada.

Link: http://zahrastudio.com.br/aaa/

Anúncios

4 Respostas para “Viagem ao Egito

  1. Olá pessoal. Esse foi o primeiro grupo que o Zahra Stúdio levou para o Egito, e minha primeira viagem internacional 😉 . Foi tudo muito lindo, muito magico e amei tanto o Egito que não consegui mais parar de levar grupos. Amo tanto aquela terra que já é a nossa vigésima excursão que estamos organizando. E cada vez que o avião levanta voo par voltar ao nosso querido Brasil, já começo a sentir saudades. A Eliane e Rodrigo foram o primeiro casal que levamos e foi muito gostoso por ter contribuído também para a felicidade dessa união maravilhosa . Todos do grupo falavam que ele era o ” bendito ao fruto entre as mulheres ” e foi muito gratificante !!!
    Todos os anos organizamos excursões para o Egito nos meses de janeiro e julho. Para quem se interessar em conhecer a terra dos sonhos, segue abaixo o nosso contato.
    Vamos também… Ficar bem pertinho das Pirâmides e conhecer todas as maravilhas que o Egito tem!!!
    zahrastudio@zahrastudio.com.br
    Brasília -DF
    61 32422807 ou 82036923
    Layla Zahra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s