Viagem a Dubai e Abu Dhabi

Os Emirados Árabes Unidos conquistaram o status de destino dos sonhos de milhões de viajantes pelo mundo afora. São sete ao todo: Dubai, Abu Dhabi, Sharjah, Ajman, Umm al-Quwain, Ras al-Khaimah e Fujairah.

Abu Dhabi é o maior de todos os emirados, e está cada vez mais se destacando como destino de viagem. Dubai foi o emirado que despontou  primeiro para o mundo, no final dos anos 1990, mas, hoje, quem mais atrai os olhares é Abu Dhabi. Nao foi por acaso que Abu Dhabi deu essa tremenda virada. Em 2004, o xeque Khalifa Bin Zayed Al Nahyan assumiu o trono do país e  decidiu investir fortemente no turismo e a partir dai, novos ventos sopraram….

Estávamos em Dubai quando decidimos contratar um motorista para nos levar até Abu Dhabi. Fomos bem cedinho numa Toyota Rav4(US$100,00). A viagem foi muito tranquila, são 6 pistas para cada lado, dividida por um muro,num percurso de duas horas de viagem.Você começa a perceber a diferença de um emirado para o outro ainda no asfalto.

Geograficamente falando, ela fica em uma ilha em forma de cunha, ligada ao continente pelas pontes Maqta e Musaffah. Percorrendo ao longo da costa está a Corniche, principal avenida que se estende por sete quilometros e é o lugar perfeito para começar o passeio pela cidade, vendo aquele mar azul e dezenas de prédios suntuosos. Nossa primeira parada foi no Shopping Marina Mall, com 400 lojas, dentre as quais muitas de marcas famosas e com preços otimos, já que há isençao de impostos. Detalhe: Quando estávamos parando na porta do Shopping, uma Ferrari, ultimo ano, parou na nossa frente e desceu um cidadão para entrar no shopping, não se dando nem ao trabalho de fechar o carro….bateu a porta e entrou..simples assim..chato né…sem contar que estava havendo uma promoção no interior do shopping, como aquelas que tem aqui no Brasil, em que trocam-se NF por cupons que dão direito a sorteios..lá também é assim..mas o sorteio era de uma Mercades ML último modelo….simples assim também….

É nessa avenida ainda que se encontram os melhores hotéis da cidade, alguns merecem uma visita, mesmo que você nem sequer pretenda se hospedar lá. É o caso do Emirates Palace.(afinal, a diaria é bem salgada, em torno de US$500,00). Este hotel é considerado o mais caro de todos os tempos (custo estimado de US$3 bilhoes).Também, nao é pra menos, os hóspedes são recebidos com caviar, champagne e charutos Cohiba e todas as paredes internas são revestidas de detalhes em ouro e mármore. Eu fiquei pasma quando vi aquilo, é algo inacreditável…

Outro lugar bacana de se conhecer é a Sheikh Zayed Mosque, a sexta maior mesquita do mundo, que pode abrigar 40.000 pessoas. Ali resplandece o maior tapete já tecido do mundo, com 6 mil metros quadrados(equivalente a meio campo de futebol). A decoração é feita em mármore, com entalhes e afrescos que misturam os estilos mouro, otomano e mongol. Vale lembrar que a entrada na Mesquita para quem não é mulçumano, fica restrita para o período da manha, exceto as sextas, quando apenas mulçumanos entram e as mulheres ainda tem que colocar uma vestimenta preta como a da foto acima. Os lustres são imensos, todos folheados a ouro, e os afrescos no mármore branco parecem que são desenhados, quando ná verdade são incrustados no mármore….lindo de viver como diria a famosa Hebe…rsrsr…..  

Exitem vários souks na cidade, que são aqueles tradicionais mercados de rua, com seus produtos artesanais, guloseimas, tapetes, roupas, eletrônicos, jóias e presentes de todos os tipos. Vale a pena uma visita, afinal, uma viagem a Arábia, jamais será completa sem umas comprinhas e muita pechincha, ja que, a negociação faz parte da cultura árabe.

 

DUBAI

Dubai é uma cidade de superlativos, principalmente no que se refere a projetos arquitetonicos, tudo alí é super….hiper….nada menos que isso. Dubai é para quem quer se impressionar diante de shoppings  futuristas, hotéis sete estrelas, obras faraônicas, carros luxuosos, pontos de ônibus com ar condicionado, incontáveis gruas em construções…enfim..é algo surreal!!

Na disputa para ver qual é o maior símbolo da cidade, a disputa é de gente grande….De um lado o maior arranha-céu do mundo com 828 metros de altura (Burj Khalifa), e do outro, o hotel Burj Al Arab (aquele em formato de vela), que foi o primeiro cartão-postal da cidade. Tem ainda o Mall of Emirates, que tem uma imensa pista de Sky, e uma temperatura de -4º C…

Merece destaque uma outra construção babilônica (Jumeirah Madinat), que é uma combinação de hotel-butique, com spa, campo de golfe e área de diversão para os pequeninos. Lá tem um canal no estilo veneziano, com aguas claras e cercado de palmeiras. É um lugar otimo para comprar suvenirs. Vale lembrar que tanto o Burj, como o Madinat se localizam na área de Jumeirah.

No final da Jumeirah Beach (avenida principal que corre pela costa), fica a Mesquita Jumeirah, que tem a fama de ser a mais bonita da cidade. Atenção com os trajes: regatas, saias, vestidos e shorts curtos são proibidos. É necessario retirar os sapatos, e a mulheres devem usar um véu durante todo o tempo em que estiverem na mesquita.

A melhor maneira de desvendar a parte antiga de Dubai, é começando pelo Museu de Dubai, maior prova que  cidade já teve um passado. O museu foi aberto em um forte de 1787 e retrata bem como era a vida dos beduinos no deserto e  tem também a representação de um souk.

Depois vá até um souk de verdade, tem dois imperdiveis: o de especiarias e o de tecido. Os preços são maravilhosos e ficam melhores ainda com uma boa pechincha. Nao deixe de visitar o Souk do ouro…mesmo que você nao vá comprar nada, é algo lindo demais. Você viu o filme chamado ‘Um Príncipe em Nova York” com o ator Eddie Murphy ?? Lembra da cena em que ele aparece desfilando com aqueles cintos e aquelas faixas todas em ouro ?? pois é..lá em Dubai, elas existem de verdade..e são de ouro 22…a princípio, dá até um pouco de susto.

Outra coisa que também não muda é o fascinio que o deserto proporciona a quem visita a região. Tem uma excursão que começa ao entardecer no deserto,  que acontece em um veiculo tipo 4×4 que cruza o areial e desliza pelas dunas.  Claro que a patroa não fez pois ela tem um certo trauma deste tipo de aventura, mas eu fui com tudo e adorei..é uma aventura e tanto..apertem os cintos e o visual é show de bola, rende umas belas fotos. Após, vamos até um acampamento de beduinos, onde é servido um jantar árabe, faz-se passeios com dromedarios, show de dança do ventre…é imperdivel!!

Um meio de locomoção muito fácil na cidade é o Big Bus que tem duas linhas (azul e vermelha). Você vai aos principais pontos turisticos. E como tem dois andares,voçê tem a opção de escolher ir embaixo (refrigerado) ou no andar de cima, que é aberto,  curtindo toda aquela paisagem deslumbrante. Vale lembrar que dentro deste e de outros ônibus, garrafas de água dessanilizadas são distribuidas a vontade.

Algumas curiosidades que notamos em Dubai: 95% da frota de veículos são movidos a gasolina, aquela especial de altíssima octanagem, que custa uma média de R$ 0,75 o litro….Diesel é usado apenas para ônibus e caminhões pesados…. Nossa Toyota Corolla aqui, são os Porshes Cayenes lá. Como ja falamos, ponto de ônibus tem ar condicionado. O mercado que “manda” lá é o Carrefour, enorme e grande o bastante para ocupar boa parte de um andar no Mall of Emirates….lá encontramos água Perrier baratinha. Andar de mãos dadas por lá, no caso, com sua esposa ou seu marido, também pode dar problema com a polícia, claro, beijos na boca estão na mesma situação. No Mall of Emirates, uma outra ótima dica é “alugar” um carrinho de supermercado ( eles tem lugar para colocar uma moeda de 1 Diham para liberá-los) para poder levar consigo nas compras. O problema aparece apenas quando se quer entrar em uma loja e não se pode levar o carrinho….mas é só aparente..você pode deixar o seu carrinho com todas as suas compras ja feitas na entrada da loja, entrar e fazer suas compras, que quando você sair, ele vai estar lá, com tudo dentro, sem faltar nada….lembre-se você está em um país com rígidas leis e severas punições a qualquer deslize.

Um fato engraçado que aconteceu, foi quando, no mesmo shopping, após várias horas de andadas e compras, estávamos morrendo de fome e ao chegar a praça de alimentação, ví uma loja do Fry Chicken….fui correndo e no ímpeto de pedir o nosso franguinho, confundi uma porção de Special Chicken, como Spice chicken…rsrsrs..quando cheguei com a porção na mesa….Elaine logo foi pegando e colocando na boca uma coxa de frango….e 5 segundos depois, ela bebeu quase meio litro de refrigerante (Pepsi manda por lá….), pois o frango estava super temperado com pimenta (Em Dubai, você tem que pedir as comidas sem pimenta pois o normal é vir bem temperada com pimenta). Bom, finalizando, o frango foi para o lixo (quase chorei quando fiz isso), e fomos comer um bom sanduba no Mc Donalds..

Um programa legal é ir ao parque aquático Wild Wadi, que fica localizado entre o hotel Burj Al Arab e a Jumeirah Beach. Tem mais de 30 atrações, entre elas um toboágua de 33 metros (Jumeirah Sceirah) e um playground aquático para crianças, perfeito!! Como éramos visitantes de um país tropical, eu fui de sunga e Elaine foi c0m o biquini que não era dos maiores. Ela acabou passando um certo aperto, pois as mulheres que ali estavam presentes não gostaram muito do traje dela, de  forma que ela teve que dar uma esticada nas partes de baixo e de cima, fazendo com que chegassem ao limite do tamanho grande, mas mesmo assim, perto do que as pessoas usavam, era mínimo. Resolvemos ir a loja para comprar um mais discreto, mas mudamos rapidinho de ideia quando vimos o preço de US$ 250,00 estampado na maioria dos biquines. O problema foi resolvido com o uso da canga amarrada na cintura.

O parque tem muitas diversões, uma mais legal que a outra, mas não chega a ser nada superior aos parques aquáticos que temos aqui no Brasil. Vale a visita pelo visual, realmente muito bonito.

Fizemos um passeio legal jantando no Dhow Cruise Dinner, é um barco tipico down  que navega pelo Dubai Creek. É um passeio de duas horas, com músicas, danças e comida árabe, claro!

Bastakiya é um dos patrimônios mais antigos de Dubai e a última região de torres de vento na parte árabe do golfo. O nome Bastakiya é derivado da cidade iraniana de Bastak, de onde vieram muitos dos primeiros comerciantes que imigraram para Dubai no início do século XIX. Passeando pelos arredores de Bastakiya, é fácil experimentar a sensação de ser transportado para outra era. Estas construções antigas têm sido transformadas em cafés arborizados, galerias de arte e pequenas lojas peculiares, o que torna Bastakiya o lugar perfeito para se distrair por algumas horas.

Em termos de compras, Dubai é a número 1 no Oriente médio. Opções não faltam, desde shoppings até as feiras livres. Iremos citar alguns :

Mall of Emirates : A grande atração é o Ski Dubai, uma pista de esqui que choca pelo tamanho. Tem também um batalhão de grifes e restaurantes.

Dubai Mall: O maior shopping do planeta, com 1200 lojas e o famoso aquário com tubarões.

Souk Madinat Jumeirah:  Faz parte do complexo Madinat Jumeirah, o espaço é cheio de corredores estreitos e muitas lojas que vendem suvenires, jóias e objetos de decoração.

Souk Old Gold: mercado aberto para quem procura peças em ouro com preços mais camaradas. Existem ainda outros três shoppings que merecem ser visitados: Wafi, Mercato Mall, Deira City Centre.

A dica para os viajantes é, que, evitem viajar pra lá no mês de julho, que é o verão deles, pois o calor é absurdo, logo pela manhã faz 43 graus na sombra..!!! No mais, Dubai é pura magia…

E caso sinta muito calor, é só ir para um ponto de ônibus que tem ar refrigerado,e quem sabe…  não teremos um dia pontos assim  em Colatina ??

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s