Viagem a Punta del Este/ Montevidéu(Uruguai)

Embarcamos na Copa do Mundo de 2010 para  Punta del Este para curtirmos mais umas férias tão desejadas, depois de um ano de trabalho árduo! Enfim chegamos …digo isso porque pela primeira vez senti medo na hora da aterrissagem, pegamos vento de cauda e…hoje damos risada, mas só nós sabemos o que passamos!!

Punta del Este fica a 120 km de Montevidéu, por estrada duplicada (e de velocidade controlada; vai-se em uma hora e meia desde o centro, ou uma hora desde o aeroporto da capital). O nome significa “Ponta do Leste” e descreve a situação exata do lugar: na extremidade oriental do Uruguai. A pontinha da península marca a divisão entre o Oceano Atlântico (o mar aberto) e o Rio da Prata (a baía).

Ao contrário da lenda, não é só ricaço que vai a Punta. O público é bastante eclético, e é cada vez maior o número de pessoas, principalmente brasileiros, que descobrem Punta del Este, no Uruguai devido a inúmeras vantagens como: curta distancia, pacotes em conta e facilidade da língua.

Ficamos hospedados no Conrad Hotel e Cassino, excelente, realmente é bem bacana! Punta del Este não seria Punta del Este sem o luxuoso cassino que se impõe majestosamente sobre a avenida à beira-mar. O hotel Conrad, aliás, tem o único cassino privado de Punta del Este. Uma vez hospedado lá, poderá aproveitar o sol na sua piscina incrível, relaxar no spa ou provar o gostinho da sofisticação em um de seus  restaurantes aconchegantes além de uma estrutura para realizar shows de artistas consagrados.

Tudo funciona na cidade na alta temporada (entre o Natal e o Carnaval). Fora de temporada é vazia e um tanto melancólica, porém muitas pessoas gostam dessa calma e vão para descansar e freqüentar seus restaurantes favoritos. E para aqueles que gostam de jogar, a baixa temporada oferece preços imbatíveis.

Punta não é um destino em que as mulheres ficam enlouquecidas em fazer compras( sem muitas opçoes para tal) e os preços são bem parecidos com os nossos. Se a ideia é levar para casa lembrancinhas com a cara de Punta, vá até a feira artesanal, na praça Artigas(centro) que funciona de segunda a sexta de 17 as 2 hs e aos sábados e domingos de 10 as 17 hs.  A avenida Gorlero, principal avenida no centro, tem muitas lojas de grifes renomadas e a calle 20  tem umas lojinhas  bacanas(outlet Valentino,Daniel Cassin). La Barra  tem galerias de arte e  lojas de antiguidades e decoração.  A Avenida Roosevelt une Maldonado com Punta del Este. Nessa região encontramos supermercados, hospitais, farmácias e até um shopping: Punta Shopping.

Vamos citar alguns  lugares interessantes para conhecer em Punta:

 Casa Pueblo : Localizada em Punta Ballena, a casa é uma imensa escultura que começou a ser construída na década de 50 com latas e outros entulhos. Com intenção de promover uma ligação entre o céu e o mar, o artista uruguaio Carlos Páez Vilaró, concebeu a casa toda a mão. Hoje, a Casa Pueblo é um hotel, centro cultural e ícone mundial. Visite no final da tarde, que é quando acontece a celebração ao por-do-sol.

Mão do Afogado: Localizado na Praia Brava, este monumento é o Cartão-postal de Punta del Este. São dedos saindo da areia, cujo significado seria a “presença do homem surgindo na natureza”.

Puente Leonel Vieira: Ponte ondulada em formato de “M”, que diverte as pessoas sobre a foz do Arroio de Maldonado desde 1965.

Porto:  Albatrozes e lobos marinhos, bem mansos, estão sempre presentes disputando os restos de peixes descartados pelos pescadores.

Praias: De um lado a areia é banhada pelas águas mansas do Rio da Prata, oferecendo praias calmas para quem quer mesmo relaxar: a Costa Mansa. Do outro lado, na Costa Brava, estão as praias mais rebeldes, molhadas pelo oceano.

Montevidéu

Fomos à capital de onibus, pois são apenas 130 km de distancia, o percurso foi muito tranquilo por sinal. A capital do Uruguai, se caracteriza pela arquitetura de estilos clássico e moderno e sua cultura local, fruto da colonização europeia. Sinceramente, achamos a cidade muito antiga, sem muitas atrações. Mas iremos citar alguns lugares  interessantes a serem visitados.

Jardim Japonês:  Situado no Museo Blannes, o jardim remonta à paisagem japonesa com pequenas pontes, ilhas e cascatas.

Mercado do Porto de Montevidéu (localizado na Cidade Velha):  Quando bater a fome,  não deixe de provar a parrilla, que é um churrasco como o nosso, a diferença está no preparo que é feito sem carvão e com a grade a poucos centímetros da brasa.

 Praça Independência (centro da Cidade Velha): Você terá uma visão panorâmica de todo o bairro. Há também exposições de artistas contemporâneos.

Fonte dos Cadeados: Fica no cruzamento da movimentada Avenida 18 de Julio com a Calle Yi: de acordo com a placa que fica junto ao monumento quem trancar um cadeado no gradil voltará a Montevidéu com seu par e terá um amor que vai durar para sempre….não custa acreditar, ja prendi o meu lá ..rsrsrsrsr.

Teatro Solis: inaugurado em 1856,casa da comédia e da Filarmônica de Montevidéu desde 1937 e que voltou ao seus tempos de esplendor em 2008,depois de terminada a obra que o recuperou de um incêndio .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s